O ponto de partida da ideia segue os pedidos mais básicos da cliente, uma reformulação do apartamento que permitisse uma circulação mais fluida, um espaço mais prático e pouco ruidoso visualmente, que dispensasse mobiliário e decoração.
A proposta segue num primeiro momento, a redefinição da chegada e ligação entre zona social e privada, e num segundo momento a relação directa entre cozinha e zona social. Após a eliminação de alguns elementos pré-existentes que resultavam da configuração anterior (Hall de entrada que distribuía o programa do apartamento), estruturamos uma bateria de armários com ocupação perimetral de em que o rodapé ajudasse a definir momentos e tipologias, porticando a porta que permite acesso aos quartos e passando de rodapé para tampo nos armários baixos da zona de estar, até definir o armário louceiro da zona de jantar. Este gesto pretendia estabelecer critérios de ocupação para o mobiliário essencial (sofá e mesa de jantar), bem como homogeneizar todos os elementos compositivos do espaço, para além de conferir capacidade de rápida arrumação e evitar objectos soltos pelo apartamento. A zona privada segue a mesma lógica de homogeneização dos espaços, retirando os armários roupeiros de 2 quartos (para aumentar a sua área útil) e colocando-os na zona de circulação que com a ajuda de painéis, dissimulassem os armários, exceptuando o quarto master com instalação sanitária integrada e armário roupeiro, mantiveram a sua configuração original.

The idea was born from the client's most basic requests; a reformulation of the apartment that would allow for a more fluid circulation, a more practical and visually clean environment without the need for furniture and decoration.

The proposal aims, at a first, to redefine the arrival and connection between social and private areas, and secondly, the direct relationship between the kitchen and the social area. After the elimination of some pre-existing elements from the previous layout (entrance hall that distributed the program of the apartment), we designed a set of closets occupying a perimeter in which the baseboard helped to define moments and typologies, supporting the door that allows access to the bedrooms and going from baseboard to top in the low closets of the living area, where the dining area's cabinet was also set. This measure aimed to establish occupation criteria for the essential furniture (sofa and dining table), as well as to homogenize all the compositional elements of the space, in addition to providing quick storage capacity and avoiding loose objects around the apartment. The private area follows the same logic of homogenizing the spaces, removing the closets from 2 bedrooms (to increase their usable area) and placing them in the circulation area that with the help of panels would hide the closets, except for the master bedroom with integrated sanitary installations and closet, which kept its original layout.

LOCALIZAÇÃO
Braga, PORTUGAL

PROJECTO
2018

OBRA
2019
 
AUTORES
Romeu Ribeiro
José Pedro Marques

FOTOGRAFIA
© IVO TAVARES STUDIO



 

20201126-REMA-ARQUITECTOS-APARTAMENTO-BR
20201126-REMA-ARQUITECTOS-APARTAMENTO-BR
altera%C3%A7%C3%B5es_edited.jpg
proposto_edited.jpg